Com a morte de Hugo Chávez, acharam que era o fim da história. São mais de 200 mil votos de diferença. Se tivesse perdido por um voto estaria aqui para assumir minha responsabilidade e entregar o cargo. Mas estou aqui para assumir a vontade do povo”, disse hoje  o presidente eleito da Venezuela, Nicólas Maduro, em seu discurso de vitória.

“Não voltarão. Não voltarão. Não voltarão. Não voltarão”, bradavam as pessoas presentes no Balcão do Povo no Palácio de Miraflores, onde Maduro fez o discurso.

Nicolás Maduro, candidato da Revolução Bolivariana,  venceu o direitista Henrique Capriles por 50,6 6% a 49,07%. A diferença é de cerca de 200 mil votos. Os dados foram divulgados pela presidenta do Conselho Nacional Eleitoral (CNE), Tibissay Lucena.

(Valter Xéu)