O deputado Carlos Geilson subiu à tribuna da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira para criticar a verba do governo baiano para Daniela Mercury se apresentar na Parada Gay de São Paulo.

Mas antes de começar sua ‘reflexão’ sobre o ‘caso Daniela’, Geilson criticou as ‘entrevistas’ aos jornais de Salvador em que ‘líderes ou pseudo líderes’ da oposição ficam ‘jogando loas ao governador’.

Eu já nem gosto de ler jornais na segunda-feira’, ironizou.

Geilson não referiu-se nominalmente  a ninguém, nem à entrevista do ex-ministro Geddel Vieira Lima concedida, na edição desta segunda-feira à Tribuna da Bahia, onde o peemedebista admite uma aliança do PMDB com o PT. Mas queixou-se:

.Eu não sei onde vai parar a política da Bahia com essa convergência para o Palácio de Ondina…queremos saber os rumos da oposição’.