Um grupo de ex-vereadores que reivindica a estabilidade financeira como servidores públicos de Feira de Santana conseguiu evitar que o projeto do Executivo que trata sobre o assunto entrasse na pauta dos trabalhos de hoje na Câmara de Vereadores quando seria apreciado em ‘regime de urgência’.

O novo projeto altera as regras para a concessão da estabilidade. O grupo de ex-vereadores vem tentando desde o governo passado conseguir a estabilidade que já foi ‘desaconselhada’, no caso dele, pelo Tribunal de Contas dos Municípios, mas depende exclusivamente de decreto municipal.

Um vereador, junto com um representante desse pequeno grupo de ex-vereadores que são servidores municipais, teria ido até o prefeito José Ronaldo. Hoje pela manhã os projetos do Executivo, que estavam para ser apreciados, saíram da pauta, inclusive o da “Zona Azul’