São os moradores do bairro Aviário que impedem a instalação de bloqueadores de celulares no Presídio Regional de Feira de Santana.

Da última vez que foram instalados eles bloquearam também as ligações de uma grande área em torno do Presídio e provocou protestos dos moradores junto à direção da unidade prisional.

Embora seja proibido aos presidiários utilizar celulares, recentemente foram apreendidos mais de 90 aparelhos em poder de presos.

Atualmente o Presídio tem uma população de mais de 1400 pessoas, entre homens e mulheres e está passando por uma reforma cuja primeira etapa já foi terminada, mas não contempla a implantação dos equipamentos bloqueadores.

O Presídio de Feira tem capacidade para 1200 presidiários.