A morte de Rafael Carvalho, fundador do Grupo de Liberdade, Igualdade e Cidadania Homossexual de Feira de Santana, na tarde desta sexta-feira, motivou o cancelamento da Parada Gay que seria realizada neste domingo na cidade.

Rafael foi um dos idealizadores da Parada que este ano faria a sua 12ª edição. A causa da morte, segundo informações não oficiais, teria sido uma pneumonia.O GLICH foi a primeira entidade de defesa dos homossexuais em Feira.