A Associação Comercial e a Câmara de Dirigentes Lojistas  de Feira de Santana, as duas mais importantes entidades patronais do comércio formal de Feira romperam com o ‘Pacto de Feira’, um programa do governo municipal para reordenamento do centro da cidade.

Os empresário dirigentes as entidades reuniram-se nesta segunda-feira e decidiram pressionar o prefeito José Ronaldo através de uma provocação ao Ministério Público.

O ‘Pacto de Feira’ foi lançado pelo prefeito Ronaldo no início deste ano, em uma solenidade com a presença dos dirigentes comerciais que até vestiram camisas do ‘Pacto’ e posaram par fotos.

(Com informações do Acorda Cidade)