De um lado a Prefeitura de Feira de Santana bombardeada por uma liminar da Justiça impedindo que ela realize uma licitação para o estacionamento tipo Zona Azul .

De outro lado pelo menos meia dúzia de  estacionamentos privados em funcionamento no centro cidade que foram  interditados por uma ação fiscalista da Prefeitura .

As duas bombas detonadas no mesmo dia, quase ao mesmo tempo. E dizem que o bombardeio apenas começou. Será?