A redução na verba para emendas de parlamentares ao Orçamento da União anunciada pela presidente Dilma Roussef vai complicar a continuidade das obras das avenidas Ayrton Sena e Nóide Cerqueira, ambas dependentes também dessas emendas.

Na avenida Ayrton Sena, (continuidade da João Durval) a emenda orçamentária é de autoria do senador João Durval que semana passada, junto com o prefeito de Feira, José Ronaldo, anunciou a abertura da licitação.

O corte de Dilma gera incerteza quanto ao valor que virá para a obra e  pode entrar em descompasso com os custos previstos para a pavimentação da avenida.

Leia também:

Ronaldo faz ato político e anuncia obras das avenidas Ayrton Sena e Iguatemi