O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira, Zé Grande, disse em entrevista ao programa ‘Acorda Cidade’, na Rádio Sociedade Am, que a safra de caju, manga e acerola da zona rural de Feira de Santana este ano baterá todos os recordes do passado.

O auge da colheita é em janeiro. Na zona rural de Feira existe  uma fábrica para industrialização da polpa de frutas, no distrito de Matinha, mas segundo o sindicalista não é suficiente para absorver a produção.

“Nosso sonho é que no futuro a gente tenha um grande galpão para receber as frutas, moer e depois levar a polpa ao mercado”.