Quase todas as semanas os dois prefeitos mais importantes do DEM da Bahia, o de Feira de Santana, José Ronaldo, e o de Salvador, ACM Neto, mantêm encontros para avaliar o quadro político-administrativo do Estado. Esta semana, o encontro aconteceu segunda-feira (ontem), em Salvador.

Por mais que tente disfarçar e ser o mais discreto possível, a movimentação de Ronaldo neste terceiro mandato tem anos-luz de diferença daquele último antes da candidatura a Senador em 2010.

Além de ACM, Ronaldo não ‘larga do pé’ do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB/Rede), a quem visitou no início do ano quando parecia que o DEM estava desmoronando sem retorno.

Se for candidato do DEM será adversário de Lídice da Mata aqui na Bahia, mas nenhum dos dois será adversário um do outro se acontecer um segundo turno.

Jânio Rêgo

Leia também:

José Ronaldo Governador, por que não?