Mais uma feirense se destaca na música baiana. A poeta Gleide Gavim está entre Gleide Gavimos dez selecionados do 1º Concurso Baiano de Marchinhas, com a composição “Cantando história”. A finalíssima acontece nesta quinta-feira (13/02), às 21 horas, no Clube Fantoches da Euterpe, em Salvador, numa realização do portal iBahia.

A representante feirense criou a marchinha especialmente para homenagear a cantora Marlene, considerada um dos mitos da época de ouro do rádio no Brasil, com mais de quatro mil canções em seu repertório. O evento presta homenagem ao cantor e compositor Moraes Moreira, que deu vida à voz no trio elétrico.

Gleide Gavim ficou classificada em terceiro lugar no IV Prêmio TOC 140 da IX Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), realizada em novembro do ano passado, com o poema intitulado “S.O.S.”

São dez as marchinhas classificadas para a final do concurso nas categorias livre e estudantil: “Cantando história” (Gleide Gavim), “Carnaval de paixão” (Rodrigo Carvalho), “Chorando de paixão” (Maria Ventura), “Me cutuca” (Marcelo Quintanilha), “Menina sem vergonha” (Hermano Gouveia), “O bloco vai passar” (Graco Vieira), “Pimenta malagueta” (Eronildo Oliveira), “Trem da alegria” (Juraci Silva), “Ele é mulher no carnaval” (Eduardo  Cesar de Jesus Silva) e “Negro” (Jackson Araújo).