A  Universidade Federal do Recôncavo da Bahia parece que vai continuar ainda por muito tempo instalada provisoriamente em Feira de Santana em um imóvel alugado no bairro do Sim e sem o curso da área bioenergética que seria a estrela acadêmica da instituição.

A ‘novela’ para instalar um campus em Feira vem se desenrolando desde 2011 e até hoje não se conseguiu legalizar a doação à UFRB  da área da falida Fundação de Apoio ao Menor, no bairrro do Aviário, escolhida para ser o campus definitivo.

Foi para não perder os recursos federais aprovados para o campus de Feira que a Universidade implantou-se nesse campus provisório onde funciona, desde o ano passado, apagada e sem expressão diante da comunidade.

A Universidade Federal em Feira é mais uma ‘obra inacabada’, um desses ‘armengues’ que os Governos se acostumaram a impor a nós, tabaréus da Feira.