Diretoria do Flu na FBFA Federação Bahiana de Futebol, presidida por Ednaldo Rodrigues, negou aos dirigentes do Fluminense de Feira a anistia da taxa de arbitragem nos torneios das categorias de base, como forma de ‘ajudar’ o Flu neste ‘momento de reestruturação administrativa e financeira’ do Clube.

A FBF, no entanto, prorrogou o pagamento da inscrição do clube nas competições da entidade.

O encontro entre dirigentes do Fluminense (Gerinaldo Costa, Everton Cerqueira e Aderaldo Costa) e o presidente da Federação aconteceu na última quarta-feira, em Salvador.