Nota de repúdio 

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA) vem a público manifestar seu repúdio contra a tentativa de intimidação e ameaça de interpelação judicial  contra a jornalista Lilia Campos por parte do presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador Reinaldo Miranda Vieira Filho (Ronny),  em decorrência de postagens nas redes sociais em que a profissional colocou em dúvida a licitação para contratação da TV Câmara Municipal do município.

Pessoas que assumem cargos públicos por meio de eleição ou de indicação devem explicações constantes sobre seus atos no desempenho de suas funções, à sociedade a que serve e que tem nos jornalistas o canal de expressão de seus anseios e dúvidas.

A judicialização das questões relativas ao exercício da liberdade de expressão vem se tornando uma prática tão comum quanto perniciosa às garantias constitucionais conferidas tanto ao cidadão comum quanto aos profissionais da comunicação.

Desde o fim da Lei da Imprensa, que regulava, ainda que de forma imperfeita, os ritos que devem reger os atos de comunicação, incluindo o direito de reposta, vem se avolumando ameaças que se concretizam em queixas nas delegacias comuns ou nas reclamações transformadas em processos judiciais, com o único intuito de acovardar os profissionais de imprensa, olhos e ouvidos da sociedade.

Com a confiança plena nos meios fornecidos pela Justiça do Brasil para separar o que é uma ação legítima da simples intimidação, o SINJORBA vai acompanhar este caso, amparando a profissional por ser a entidade de classe que a representa no Estado da Bahia.

Salvador, 31/03/2015.                            Feira de Santana, 31/03/2015.

 Marjorie da Silva Moura                             Marly dos Santos Caldas

Presidente do SINJORBA                   Diretora Regional Nordeste do SINJORBA