a9000

Essa capelinha da foto é quase a mesma da construída na antiga Fazenda Jibóia, que deu origem a esse povoado rural a cerca de 50 km de Feira de Santana: São Nicolau.

Essa é  uma história  comum em todo sertão nordestino.

Mas o singular é que esse povoado cresceu em terras de dois municípios baianos, Santa Bárbara e Tanquinho, ambos desincorporados de Feira de Santana, o que provoca situações geográficas curiosas e que alimentam um certo ‘orgulho’ pitoresco do sãonicolauense.

Por exemplo, a igreja católilca é santabarbarense, mas o único posto de combustível está em terras de Tanquinho.

Ninguém fala em rivalidade ou disputa, mas quem chega pode notar que há duas quadras de esportes, iguais e em, ‘lados’ opostos. Sobra espaço para o lazer.

O povoado rural ainda tem mais três colégios, agência de correios e um variado comércio que se estende pelos dois lados de uma rua estreita que serve de limite entre os dois municípios. E lá ninguém fala em emancipação. A dupla identidade dá mais lucros.