img_20170331_091733422Em acordo intermediado pela procuradora do Trabalho, Annelise Pereira e assinado entre a Prefeitura de Feira e a APLB, ficou decidido que professores da rede municipal que tiveram descontos nos salários de abril, por conta da greve da categoria, vão receber os valores subtraídos em folha de pagamento complementar até o dia 2 de junho.

Nesta quarta-feira a APLB deverá entregar ao Ministério Público os contracheques dos professores que tiveram seus salários alterados, além da ata do Conselho Municipal de Educação com a aprovação do calendário letivo deste ano.

A reunião para o acordo aconteceu nesta terça-feira, e além da professora Marlede Oliveira representando a APLB  participaram a secretária de Educação, Jayana Ribeiro e o Procurador Geral do Município, Cleudson Almeida,