A implantação de equipamento semelhante ao do Colégio Helyos existe em outras cidades do Brasil e propiciaram,inclusive, um aumento na arrecadação dos Municípios onde foram instalados:

2. Entendemos, então, que a Secretaria não tinha interesse de estabelecer normas, diretrizes ou promover, através da Câmara Municipal, a legislação que regulamentasse a instalação do equipamento. Outras cidades do porte de Feira de Santana já o fizeram, a exemplo da cidade paulista de Santos, promovendo inclusive o aumento na arrecadação municipal e desobrigando, por outro lado, a prefeitura de instalar sinaleiras, faixas de pedestres e monitoramento de tráfego local que, com o equipamento, se torna mais fluido.