images-1A nota de esclarecimento do Colégio Helyos sobre o embargo da passarela afirma também que o Secretário José Pinheiro ficou no meio da rua ‘bradando’ contra o serviço e ameaçando demprisão as pessoas que estavam envolvidos no trabalho:

7. Após um ano e dois meses sem se manifestar sobre a instalação dos equipamentos de mobilidade, o Sr. Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano surgiu no meio da Rua Marechal Castelo Branco, às 14h30 minutos do sábado (04/11/17), quando já havia sido colocado o primeiro equipamento e assentava-se o segundo, bradando contra o trabalho. Ameaçou com prisão motoristas, operadores e trabalhadores que não cumprissem suas ordens de desfazer o que já havia sido feito. Prenderia todos e tudo, incluindo os veículos. Não foi levado a sério até mesmo pela Guarda Municipal que convocou para sustentar seus desatinos. Na segunda-feira (06/11/17), lavrou auto de embargo das obras