festa-da-matinha-foto-valdenir-lima-1

Foi Marcos Gonçalves de Souza, o ‘Coleirinho da Bahia’ o fundador do grupo de samba-de-roda ‘Quixabeira da Matinha’.

‘Samba de raiz’, ritmo herdado da ancestralidade quilombola do local (um povoado rural de Feira de Santana alçado a distrito) a música de ‘Coleirinho’ ganhou renome estadual, principalmente quando Carlinhos Brown foi ‘beber’ da fonte primária do batuque dos negros.

Deu até um ‘rolo’ essa parceria de Coleirinho-Brow, manchetes de jornais e desavenças jurídicas. Mas passou.

Em 2005 Coleirinho morreu mas o legado continuou. A Quixabeira se renovou com Guda Moreno, o filho, mantendo dona Chica do Pandeiro como inspiração e ícone do grupo.

No último final de semana o Quixabeira comemorou os 30 anos de fundado junto com os 10 anos que a Matinha virou distrito. Festa na praça, com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Feira.

A foto de Chica do Pandeiro é de Valdenir Lima da Secretaria de Comunicação de Feira de Santana.