images-21

Aliados oportunistas certamente irão estimular essa especulação aberta com a possibilidade do prefeito de Salvador , ACM Neto, desistir da candidatura ao governo da Bahia, mas com certeza os mais pragmáticos vão aconselhar o prefeito de Feira, José Ronaldo, a não querer entrar nessa ‘barca furada’.

Ronaldo tem todas as chances de se eleger Senador numa chapa com ACM  Neto mas não tem perfil, nem histórico, de ser um candidato a Governador da Bahia com chances de enfrentar a reeleição do atual governador Rui Costa (PT).

Além de nunca ter sido testado nem em pesquisas, se aceitar uma candidatura dessa maneira já entra no pleito como ‘candidato tampão’, o que não é nada bom para credibilizar um nome junto ao eleitorado.

O último ‘candidato tampão’ eleito na Bahia foi João Durval mas em circunstâncias eleitorais e emocionais completamente distintas. Cleriston Andrade morreu em um acidente e o avô do atual Prefeito de Salvador vivia uma situação de poder que elegeria ‘até um poste’ que ele indicasse.

Portanto, repetindo o raciocínio do primeiro parágrafo, não vai faltar quem estimule Ronaldo a entrar nesse jogo.

Maso Prefeito de Feira é um veterano que não corre mais o risco de ser ‘picado pela mosca azul da vaidade’ e deverá avaliar a questão com a frieza que lhe é peculiar.

Não será surpresa se, configurada a desistência de ACM Neto, Ronaldo permaneça no cargo ou se candidate a deputado federal. Nessa ‘barca furada’ é que ele não entra.