Dentro dos próximos noves meses o Plano de Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana deverá ser concluído pela Ernst Young, empresa contratada pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), para a realização de uma consultoria com vistas a diagnosticar as variantes econômicas e sociais do município.

O Projeto será coordenado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), agência líder da rede global de desenvolvimento das Organizações das Nações Unidas (ONU).

Em encontro realizado na manhã desta quarta-feira, 5, no Paço Municipal Maria Quitéria, com representantes da Consultoria Ernst Young, da ONU e da SUDENE, o prefeito Colbert Martins Filho (MDB)  considerou a iniciativa “um momento histórico, em que estamos tomando medidas para adequar Feira de Santana ao seu futuro”.

O Prefeito pediu à equipe de áudio visual da Secretaria de Comunicação para registrar, ‘para  história’, uma a uma das pessoas  presentes na sala.

O Superintendente da SUDENE, Antônio Ribeiro, pontuou que o órgão de planejamento investiu R$ 750 mil na contratação (via pregão licitatório) da empresa de consultoria Ernst Young, e que “o Plano de Feira de Santana inspirou outros municípios, a exemplo de Montes Claros, em Minas Gerais”.