O artista plástico e ativista cultural Márcio Punk fez novo protesto no pedestal vazio da estátua do vaqueiro no início da avenida Olímpio Vital, no centro de Feira de Santana.

Dessa vez Márcio Punk colocou cruzes de madeira com as datas do ‘nascimento e morte’ da obra de arte que homenageava o maior símbolo do sertão, o vaqueiro.

A estátua do vaqueiro foi colocada quando a avenida Olímpio Vital foi inaugurada, há 20 anos.  Naquele ano de 1998 Paulo Souto havia sido governador da Bahia até abril, desincompatibilizando-se para se candidatar ao Senado e Cesar Borges assumiu o governo para candidatar-se à reeleição.

A abertura da avenida foi uma obra do governo do Estado, então sob o domínio ‘carlista’,  e concluída durante o governo municipal do prefeito  Clailton Mascarenhas que sequer foi convidado para a inauguração.

A estátua não era de bronze mas de material degradável, com o fibra de vidro. Durou até o final de 2016. Há dois anos o pedestal está vazio.

Leia mais:

Cadê a escultura do vaqueiro que estava aqui? 

Surge uma nova ‘escultura’ 

Poeta Olliver Brasil também protesta