Alguma vez pensou como serão as cidades do futuro? É previsto que até 2050, mais de dois terços da população mundial irá viver em zonas urbanas. Este crescimento irá forçar um aumento nos requisitos de diversos serviços urbanos para além de ser necessário adaptar as infra estruturas de modo a poderem suportar o grande número da população. Com os mais recentes avanços tecnológicos em inteligência artificial, internet e realidade virtual, é previsto vermos grandes mudanças na paisagem urbana e uma verdadeira transformação das nossas cidades para cidades inteligentes. Aqui ficam alguns exemplos de como podemos esperar a evolução visual das cidades no futuro:

Redes de transporte autônomas

Já se pode reparar na forma como a tecnologia tem interceptado a indústria dos transportes, desde serviços de táxis como a Uber que com apenas um clique e serviços de GPS, você pode requisitar um veículo até à sua localização, até veículos completamente elétricos, sem qualquer impacto ambiental como os Tesla. Também se começa a ver bastante investimento no desenvolvimento e otimização de veículos autônomos, que não necessitam de condutor para completar a viagem de A a B.

É provável que veículos autônomos se tornem uma norma até 2050. A viagem despreocupada irá permiti-lo visualizar os seus programas televisivos preferidos ou preparar e organizar o seu dia ou tarefas profissionais. Também não terá que se preocupar com o stress causado pelo trânsito ou por ter de encontrar um lugar de estacionamento, pois o carro será capaz de solucionar estes problemas por si.

Mas qual o impacto disto nos transportes públicos? Problemas com horários e alterações de rota serão complicações do passado, pois a rede de transportes tornar-se-á eficiente e otimizada. As formas de pagamento têm sido melhoradas nos últimos tempos, com diversas redes de transporte público pelo mundo a substituírem o típico bilhete de autocarro ou comboio por um bilhete eletrônico.

Edifícios inteligentes e eficientes

Edifícios capazes de armazenar informação de forma a serem mais eficientes para os seus  residentes será um grande passo futurista. Com a informação recolhida, os edifícios serão capazes de regular as temperaturas e certificar que medidas de segurança são compridas para o bem-estar dos ocupantes. A instalação de painéis solares irão permitir que diversas estruturas se tornem sustentáveis com a produção e consumo de energia. Energia não utilizada poderá ser reciclada para veículos ou outros edifícios da área.

O futuro das compras

Com isto não nos referimos a compras online, mas sim à possibilidade de visualizar uma nova peça de vestuário sem ter que trocar de roupa. Isto é graças a espelhos inteligentes, que utilizando uma tecnologia de realidade aumentada que irá projetar os itens de vestuário selecionados no corpo do cliente. Com a implementação de inteligência artificial, a loja poderá também fornecer uma lista de recomendações personalizada a seu gosto e ao histórico de peças de roupa pelo qual demonstrou interesse no passado.