Uma chinesa do Feiraguay é louca pelo samba-de-roda. Não perdia um show da yabá Maryzelia no botequim da avenida Joao Durval quando a cantora morava aqui na Feira de Santana.

Os chineses de Feira já fazem parte da diversidade desta cidade acolhedora. Estão por toda parte tocando negócios diversos.

Na Conselheiro Franco têm lojas em quase todo quarteirão.

Levado pelo Comendador Girlânio Guirra virei freguês do pastel da chinesa vizinha ao antigo Hotel Caroá ali perto da Prefeitura.

No site FeirenseFeirenses

É também sabido por todos que capital chinês participa da maior aquisição de área pública pela iniciativa privada já ocorrida em Feira de Santana que foi a ocupação do Centro de Abastecimento para a construção de um shopping popular.

E agora, por último, foi implantada em Feira uma filial da Câmara da Indústria e do Comércio Brasil-China. É o alto da pirâmide se organizando.

Feira é negócio da China.