Um policial, neste momento, em uma periferia qualquer do Brasil, está prendendo em flagrante um traficante de drogas.

Ele é negro, nascido naquela mesma periferia, não estava armado e portava no máximo dez pacotes pequenos de maconha: estava vendendo a droga para jovens de um bairro de classe média próximo.

Ao chegar na delegacia, o traficante é entregue ao delegado. Algemado, ele é a sensação de um repórter que até então não tivera sua “matéria do dia”. O repórter pede que a câmera foque no suspeito, que sente ofuscada a vista pela iluminação da filmagem.

“Perdeu essa, não foi, mala?”, diz o repórter tentando ingressar no mundo linguístico do jovem traficante (ele tem 19 anos).

Mais tarde, um dos noticiários policiais de maior audiência no estado exibirá as cenas da prisão, e o discurso do delegado, falando do quanto a droga tem acabado com nossa juventude etc e tal.

Danillo Ferreira/Abordagem Policial

Leia mais: clique aqui