No meio da tarde desta quarta-feira, soldados do Exército brasileiro começaram o policiamento nas ruas do centro de Feira de Santana, já esvaziado, com comércio fechado, desde as 11 horas da manhâ, por causa da greve da Polícia Militar da Bahia, deflagrada na noite de terça-feira.

Uma onda de boataria, medo e surtos de violência tomou conta da cidade desde as 10 horas da manhã quando meia dúzia de ‘pivetes’ correram em gritaria pelas principais ruas comerciais.

Segundo informações ainda não totalmente confirmadas, cerca de 7 assassinatos ocorreram nesta quarta-feira em Feira de Santana. Uma das vítimas foi um soldado da PM que estava na ‘Cavalaria’ da corporação que fica na estrada velha de São José. As outras vítimas seriam pequenos marginais com ficha policial.

O shopping Boulevard funcionou até as 17 horas.