10154161_424787717664767_4641696079626100401_n

O professor Jhônatas Monteiro, candidato do PSOL a deputado estadual na Bahia, acha que “o essencial no Governo Jaques Wagner  continua sendo feito do mesmo modo que nos terríveis governos do chamado carlismo”.

“As políticas públicas em áreas centrais como saúde, educação, segurança não encontraram transformação de rumo efetivo – toda vez que se discute com algum governista essa questão, o máximo que apresenta são as diferenças quantitativas em relação aos governos carlistas. Expansão numérica não se traduz necessariamente em qualidade de serviço”, argumenta.

Para Jhônatas, que foi candidato a Prefeito de Feira em 2012, os governos do PT na Bahia mantiveram muito do passado antes criticado, citando “prioridade de grandes empreendimentos como “modelo” de desenvolvimento, privatização direta e indireta do público, relação autoritária com o funcionalismo, baixa participação popular nas decisões centrais do governo etc.”.

E continua:

O crescimento assombroso de REDAS e PST, visto nos últimos anos, demonstra uma desvalorização muito grande dos profissionais que estão na “ponta” da política pública e fazem ela acontecer no dia a dia. Não à toa, tivemos tantas greves e o aumento das reclamações da população sobre os serviços públicos”, disse.