brt eu

A Associação Feirense dos Engenheiros vai lançar um manifesto sobre o BRT de Feira de Santana, planejado pelo Governo municipal para ser implantado na avenida Getúlio Vargas.

Ontem, em encontro no auditório do Colégio Safra, no centro da cidade, engenheiros associados fizeram um debate  quando foram apontados diversos pontos negativos do projeto do BRT na Getúlio.

Entre outros aspectos, inclusive a deterioração do arvoredo do canteiro central, foram abordados os seguintes pontos negativos do projeto da Prefeitura:

1- Aumenta o congestionamento e a poluição
– o transporte privado vai usar apenas duas faixas em detrimento das três atuais,aumento de gás carbônico (poluição)
2- Ameaça acabar a Feirinha da Estação Nova
– como vai ser o tráfego de pessoas na Avenida João Durval aos sábados e domingos?
4- Custos operacionais ‘fantasmas’
– A planilha do edital de licitação omite o custo operacional do BRT.
5- Ciclovias ‘topam’ nas Estações
– não existem passagem da ciclovia pelas estações.