DSC07243Quem passa pela rodovia ou de qualquer local onde estiver na cidade de Tanquinho é a pedra que domina o olhar, como que debruçada sobre a cidade, protegendo-a.

Localizada às margens da BR-324, tem como referência essa pedra bonita e alta, chamada de ‘Monte da Emancipação’ em alusão ao desmembramento de Tanquinho de Feira de Santana, exatamente neste mês de agosto, em 1958.

Na verdade, a ‘primeira’ emancipação ocorreu em 1952, mas dois anos depois Tanquinho voltou à condição de povoado de Feira só ganhando a emancipação definitiva em 1958.

O  ‘tanquinho’ d’água feito na pedra e que deu origem á povoação por voltaDSC07227 de 1870, virou ‘Praça do Minadouro’ . No local  ainda existe uma placa em alusão ao  intendente  de Feira de Santana na época da urbanização do local, em 1939, Heráclito de Carvalho.

Um texto do escritor feirense Eurico Alves Boaventura está inscrito no cimento de uma outra praça importante da cidade.

O ‘Monte da Emancipação’, como passou a se chamar após 1958, tem um apelo ecológico irresistível e é frequentemente  utilizado para esportes radicais e caminhadas ecológicas.