silvério silva fNesses tempos judicializados começo pedindo habeas-corpus preventivo pelo crime de ”roubar”  o título de um clássico da literatura e do cinema norte americano para aplicar nesta nota sobre uma típica ‘briga de província’ envolvendo comerciantes, vereadores e o Prefeito da cidade de Feira de Santana, interior da Bahia.

Peço licença mesmo sabendo  pelo dr. google que a própria peça que deu origem ao famoso  filme – Quem tem medo de Virgínia Wolff – é uma paródia  de Quem tem medo do lobo mau? uma universal e célebre canção infantil.

Portanto, parodio: quem tem medo de José Ronaldo?

ronyE acrescento a pergunta: o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Feira de Santana, conhecido como Ronny, ou o presidente da Associação Comercial de Feira de Santana, Alexandrino?

Os dois são protagonistas de uma acusação mútua no mínimo curiosa: um diz que o outro é que tem medo de enfrentar o Prefeito num assunto muito recorrente em Feira: o ‘ordenamento do Centro da cidade” ou em outras palavras como tornar Feira uma cidade ‘normal’ e sem ‘camelôs nas calçadas’ do Centro da cidade. Eu pessoalmente tenho uma posição diferente mas não vai ao caso aqui.

A polêmica começou no domingo quando o comerciante ‘não tirou o chapéu’ para o presidente da Câmara em um programa na Rádio Subaé AM onde existe o quadro “Para quem você tira o chapéu?” Marcelo-Alexandrino-e-Luis-Mercês-com-Jose-Ronaldoconduzido pelo decano radialista Silvério Silva.

Peço licença também para dizer quem é Silvério, uma legenda do radialismo baiano. Um artista. Cantor, compositor, gravou disco de samba e apresentou programa na televisão Itapoã no auge dos programas de auditório em Salvador. Em Feira criou a Corrida do Jegue que durante muitos anos aconteceu onde hoje é a avenida João Durval (antiga Anchieta).

Essa não é a primeira vez que o programa causa um rebuliço. No início de um dos governos de José Ronaldo em Feira (o Prefeito comanda o poder político há 16 anos…), o professor Josué Mello, secretário de Educação recém empossado, participou do ‘tira chapéu’ e dias depois foi destituído pelo Prefeito.Josué, ao contrário de Alexandrino, “tirou o chapéu” mas para um então adversário de Ronaldo, o hoje aliado Colbert Martins. Pagou caro, fez a mala, passou um tempo em Salvador mas, graças a Deus já está na Terra de Lucas.

Pois bem, nem Ronny nem Alexandrino serão ‘punidos’ por nada e por ninguém pelo ato de tirar ou não tirar o chapéu no programa de Silvério.

Mas ao contrário de Josué, ambos terminaram mostrando o medo que têm. A fraqueza das instituições que representam e o vácuo na cidadania do Município.

A questão então não é mais quem tem, mas é:  quem tem MAIS medo de Ronaldo?