noite-e-dia-cemiterio-esoterio-rosa-branca

Em 1977, Colbert Martins, então prefeito de Feira de Santana, inaugurou o Cemitério Esotérico, na BR-116 Norte, que na verdade chamava-se Parque Jardim das Flores mas  era um empreendimento da “Comunidade Esotérica Rosa Branca’.

noite-e-dia-cemiterio-esoterio-rosa-branca-doisEra um empreendimento inovador e tinha como referência o sucesso do Cemitério da Paz em São Paulo, cujas fotos usavam nos folders de venda, além do apelo forte e seletivo do ‘esotérico’. Foi um sucesso em vendas.

Hoje existem poucas sepulturas em uma área enorme. O projeto  ficou pelo meio e o ‘Cemitério Esotérico’  passou às mãos de outros donos.

Pouco conveniente para os vivos, devido ao acesso pela  movimentada rodovia BR-116 |Norte,  alguns restos mortais  já foram retirados de lá pelas famílias.

Uma dessas famílias foi a do ex-vereador João Serafim, pernambucano radicado em Feira de Santana e conhecido como João do Ouro, sepultado em 1989.