Pneus bem cuidados são componentes fundamentais para o bom funcionamento e manutenção de todo o carro. Desde manter uma boa suspensão, um alinhamento correto, aguentar melhor o peso tanto do carro com de toda a carga que ele aguenta. São os pneus que estão constantemente em contato com a pista e aguentam a maior parte do tranco. Todo mundo já ouviu falar em pneu careca. E está cansado de saber como é perigoso andar com um pneu desgastado. O problema é que pra quem roda muito com o carro a troca de pneus é algo muito mais frequente e o valor nem sempre entra no orçamento. Muita gente deixa de trocar os pneus e acaba se envolvendo em acidentes e tendo que acionar o seguro de carros e a depender do valor da franquia, gera mais um gasto para o bolso que poderia ser menor se houvesse seguido as recomendações de troca ou mesmo manutenção. É pensando nisso que reunimos algumas dicas junto com a locadora de carros Hertz para você cuidar melhor e fazer com que os pneus durem mais tempo.

Calibre os pneus com frequência e uma boa dica é olhar no manual do proprietário qual a pressão adequada para o tipo que você possui. Assim você não danifica ele calibrando nem demais nem muito pouco. Até 0,2 bar (3 libras aproximadamente por reduzir em até 10% a vida útil do ítem. Outra informação valiosa é fazer isso quando a borracha já estiver fria. Os pneus aquecem ao rodar e o calor provoca aumento de pressão. A calibragem deve ser feita com um calibrador aferido. Calibre o estepe também e use sempre a tampinha da válvula para não entrar sujeira.

2 – Rodízio: Essa é uma das dicas mais eficientes para prolongar mais a vida dos pneus. Esse processo de transferir os pneus e fazer o rodízio, tem a função de compensar a diferença de desgaste entre eles. Isso garante mais durabilidade e estabilidade nas curvas e freadas. Pneus radiais devem ser trocados regularmente a cada 8.000 Km e os diagonais a cada 5.000Km.

3 – Carga máxima: Verifique na lateral do pneu qual o peso limite do automóvel e não ultrapasse ele. É o valor estipulado pelo fabricante e é um peso seguro para não danificar o material com sobrecarga. Carregar demais o carro prejudica os pneus e também todas as peças. Ele vai precisar de mais força para andar e desgastar tanto as rodas, como a suspensão, e forçar o motor.

4 – Alinhamento: Automóveis desalinhados podem causar diversos prejuízos e em especial causar o desgaste prematuro dos pneus e das peças da suspensão, sem pensar no aumento considerável do consumo de combustível. O alinhamento é um trabalho minucioso e precisa ser feito por um técnico altamente treinado e com experiência. Leve sempre o seu veículo para um mecânico de confiança e com boas referências. O alinhamento precisa ser feito com frequência, consulte o profissional que cuida do seu carro sobre os períodos.

5 – Data de fabricação: Preste atenção na data de fabricação que está gravada na lateral do pneu e procure por uma série de número, próximo as informações que indicam o modelo dos pneus. Os dois primeiros números informam a semana de fabricação do produto e os dois últimos o ano. Por exemplo, caso o número seja 3517, significa que ele foi fabricado na semana 35 (julho) do ano de 2017.

6 -Direção saudável: A maneira que você dirige o carro está diretamente relacionado com a vida útil dos pneus. Se você é uma pessoa que acelera muito e frena de maneira brusca, está contribuindo para a redução da vida de seus pneus. Seja cauteloso, não corra, respeite a velocidade limite. Essa prática prejudica o sistema de freios e causa o aumento do consumo de combustível.