Importante documentário, principalmente porque  o Centro de Abastecimento, enquanto feira livre, está desaparecendo…

Um registro único e singular de uma manifestação artística popular daquele entreposto.

BIÉ é o espelho da resistência ao cotidiano de lutas e dificuldades dos pobres,

BIÉ é o canal de escape através da alegria…

BIÉ é a segunda-feira na Feira de Santana de que falaTom Zé naquela música…

BIÉ é o samba e o forró que corre no sangue sertanejo, anestesiando as dores da labuta feroz…

É também a Feira invisível aos olhos insensíveis da cidade que insiste em apagar, sem conseguir jamais, a sua marca rural…