As palavras de ordem gritadas durante o Ato Unificado em Defesa da Educação hoje em Feira de Santana tiveram como alvos principalmente o presidente Jair Bolsonaro, o governador Rui Costa e o prefeito Colbert Martins.

Colbert é representante de Bolsonaro e ‘ Ruim’ Costa trata a educação como mercadoria, foram algumas das críticas entoadas em forma de canção e versos com rimas jocosas.

Segundo cálculos de organizadores e radialistas cerca de 5 mil pessoas caminharam em protesto pelas ruas de Feira.