O filme “Bié dos 8 Baixos” que conta a história do sanfoneiro feirense Francisco da Silva Sena (Bié), de 75 anos e do samba que ele comandava no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, será exibido em um dos mais importantes festivais de documentário musical do mundo.

Entre os dias 12 e 23 de junho, em diversas salas de cinema de São Paulo, será realizado o 11º Festival Internacional do Documentário Musical In-Edit e o doc dirigido por Eduarda Gama e Uyatã Rayra está entre os selecionados.

O filme sobre Bié será exibido nos dias 16 (Spcine Lima Barreto – 18 horas) e 21 (Cine Matilha – 16 horas) e em streaming no Spcine Play a partir do dia 13.  A programação completa do festival In-Edit pode ser conferida no endereço eletrônico: http://br.in-edit.org

O Festival nasceu em Barcelona em 2003 e hoje é realizado em diversos países como Espanha, Chile, Grécia, Peru e Colômbia. No Brasil, o evento acontece desde 2009.

Segundo Uyatã, o samba de roda de Bié é muito peculiar, porque é realizado com a sanfona de oito baixos e tem a presença da zabumba, no lugar do surdo, algo incomum e extraordinário. Ele ainda enaltece o significado desta manifestação popular a partir da presença das pessoas da zona rural e dos feirantes.

Em abril o documentário sobre Bié dos oito baixos foi exibido na África do Sul e em Moçambique durante o projeto Circulação da Música Afrobaiana.

Ficha Técnica:

Fotografia: Augusto Bortolini, Daniel Sales e Ícaro de Oliveira; Som Direto: Brenus Tsokas; Edição de Som: Pedro Patrocínio; Cor: Augusto Bortolini; Montagem: Augusto Bortolini e Eduarda Gama; Edição: Augusto Bortolini; Produção Executiva: Uyatã Rayra;Direção: Eduarda Gama e Uyatã Rayra;Apoio: Jânio Rego