Quem conheceu a antiga emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e hoje tem acesso a atual, nota o impacto e a diferença rapidamente.

Com a reforma e ampliação feita há um ano pelo Governo do Estado, as filas nos corredores foram zeradas, o espaço está climatizado com ar-condicionado central, o atendimento otimizado e o ambiente muito mais humanizado devido à implantação da classificação de risco e prontuário eletrônico.

Em um ano de serviços prestados mais de 24 mil pessoas foram atendidas na emergência nova, 50 % dos casos foram clínicos, seguidos de acidentes automobilísticos (3.712) e vítimas de violência (3.106).

Na opinião de José Carlos de Carvalho Pitangueira, diretor-geral do HGCA, com a reforma e ampliação a equipe está mais motivada para trabalhar.

O que tínhamos no HGCA não era propriamente uma emergência e sim um aproveitamento de área. Hoje é mais prazeroso e agregador trabalhar no setor, dá vontade de voltar para o trabalho. Até o paciente já reconhece a desenvoltura do grupo. A emergência é um exemplo de bom serviço, o que aumenta nossa expectativa para o que vai ser o Clériston Andrade 2”, afirmou.

 

 

 

A emergência nova completa um ano nesta sexta-feira, 5, e para marcar a data a diretoria do HGCA, com o apoio do Grupo de Trabalho Humanizado (GTH), vai realizar uma atividade comemorativa com um bolo e apresentação musical com o Grupo Curarte que é formado por artistas locais.

O ato será a partir das 09 horas, na recepção da emergência.

 Fonte: ASCOM/HGCA