×

Colunistas

Jânio Rêgo
Últimos posts por Jânio Rêgo (exibir todos)

André Pomponet
Últimos posts por André Pomponet (exibir todos)

Andreza Conceição
Últimos posts por Andreza Conceição (exibir todos)

Antonio Rosevaldo

Jolivaldo Freitas
Últimos posts por Jolivaldo Freitas (exibir todos)

Laila Geovana Beirão

Daniel Rego

Dos jornais impressos ao jornalismo artificial

A banca de jornais ficava bem na bifurcação entre as ruas Arivaldo de Carvalho e Landulfo Alves, no começo do Sobradinho. Era final dos anos 1980 e, ali, também funcionava o antigo bar Ferry Boat. Hoje existe apenas um posto de combustíveis. Pois bem: saí da banca com o exemplar de A Tarde exalando o

Acabou o verão, mas o calor permanece

O outono começou oficialmente hoje (20), pouco depois da meia-noite. A estação sucede incandescentes primavera e verão, quando a temperatura frequentemente se aproximava dos 40°C e a sensação térmica, quase sempre, era ainda mais alta. Parece que não há muito o que comemorar: a previsão é que, nos próximos dias, o calor não vai arrefecer
Hoje é 19 de março, dia de São José, data que abre o calendário de plantio na faixa leste da Bahia e Sergipe, incluindo áreas do semiárido destes dois Estados, nesta zona de contato com a Zona da Mata, devido a presença de precipitações mais regulares e mais frequentes. O Santo é uma referência na

Carta ao amigo e jornalista Jânio Rêgo

Prezado amigo, escrevo esta carta porque, afinal de contas, queira ou não queira, estou ficando idoso, já meio cansado das minhas batalhas nesta vida, sempre querendo mostrar que na vida sempre existe caminhos alternativos. Aqui vou abordar uma coisa muito interessante, que é o tal número complexo, em matemática, que, aliás, é uma teoria que

Palmeiras imperiais

Palmeiras imperiais não dão sombra, encosto talvez. Mas criam a sensação de nobreza e ostentação. Um mito estético incutido na cabeça da nação desde que Dom João VI plantou no Brasil a primeira espécie dessa palmeira antilhana , em 1809, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. São milhares delas na arborização e embelezamento vegetal

“É a Micareta, estúpido”

Depois de muito vaivém, a realização da Micareta da Feira de Santana foi confirmada. É lógico que o município atravessou um momento delicado em função das trovoadas que caíram no começo do ano. Daí as marchas e contramarchas que antecederam a confirmação. Mas a Micareta é muito importante para a Princesa do Sertão. Cancelá-la só

Começa a febre das apostas eleitorais

Ano de eleição municipal costuma eletrificar o eleitorado. Principalmente nas pequenas cidades, onde não costuma haver grandes novidades. Nesses lugares, há o engajamento político, militante, cidadão, mas, também, jogador. Tudo que envolve o pleito é motivo para aposta: quem leva a prefeitura, quem se elege vereador, qual a margem de votos, quem fica à frente
Depois da Caixa D’Água do Tomba, as árvores da avenida Getúlio Vargas formam um outro grande “consenso feirense”. Isso ficou visível na indignação e mobilização que causou, em todas as classes sociais, aquela lamentável pretensão da Prefeitura de substituir o canteiro central pelo asfalto e meio-fio de um BRT. A cidade tem um sentimento especial

Cenário político feirense segue indefinido

Saiu a primeira pesquisa eleitoral para o cargo de prefeito de Salvador. Quem acompanha o cenário político da capital não se surpreendeu: lá, o prefeito Bruno Reis (União) lidera com margem folgada, muito à frente do segundo colocado, o vice-governador Geraldo Júnior (MDB). Caso as eleições fossem hoje, o atual prefeito obteria mais de 60%
Em 2013 registramos aqui os postes da  Praça da Matriz,  semelhantes a esses das fotos, na Praça do Nordestino. Nos deparamos com esses num meio-dia dessa semana depois de descer do ônibus da Matinha. Na Matriz são 15, de um lado e do outro no caminho para o portão central da Catedral de Sant’Anna, onde
TOP
Blog da Feira